Palavras ao Vento Literatura

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

[ÁFRICA] - Terra Minha, Linda Terra Esta África!


Terra minha..., linda terra esta África!
Encantos teus trazidos ao Brasil,
Cultura e dança distribuída ao mundo,
Não há neste universo quem não viu.

Lendas, mitos e crenças fazem diferenças,
Equacionando um ícone sem mazela,
Por lutas de igualdade combatendo indiferenças,
Foi o lema adotado por Nelson Mandela.

Quantas lágrimas derramadas no passado?
Quantas vidas perdidas e iludidas?
Ao mundo foi nos presenteado,
Atitudes de amor que não foram esquecidas.

Sacrifícios perenes ecoam pelo mar,
Esperanças que não ficaram a naufragar,
Transportados em navios negreiros...
Ao Brasil, pessoas vieram encantar.


Trouxeram em sua bagagem o clamor de vida,
Embalada pela alegria no cantar e dançar,
Percebe-se hoje este retrato na Bahia...
Cultura social difundida pelos heróis de além-mar.


Hoje no cenário mundial de artistas,
Encontramos diversas doces melodias,
Fluindo com suavidade todos os dias,
Fruto de um passado com anseios e profecias.


O que dizer da expressão “moleque”?
Falando com preguiça em tom “dengoso”,
O que entender da “cachaça” e “caçula”?
Dádivas africanas ao ser humano carinhoso.

Vejo o espetáculo de carnaval,
Acompanhado pelo tambor, atabaque e cuíca,
Encantando ao mundo com seu “surdo” sem igual,
Cenário magnífico do samba e afoxé que não existia.


Não podemos omitir tradições em poeira,
Temos que espalhar o maracatu, Olodum e berimbau,
O turista se alucina com a força da capoeira,
Encontramos a congada e lundu em rede nacional.

Continuando e descrevendo a rima do “u”...
Encontramos o vatapá, acarajé e o caruru,
Sem esquecer a pamonha, mugunzá e chuchu...
E que os brasileiros conhecem de norte a sul.

Enfim, chegamos ao preconceito racial,
Iniciado e incitado pelo tráfico de escravos,
Fase encerrada neste século atual,
Por lutas, guerrilhas, sangues e bravos.

Hoje, é uma realidade a cultura africana,
Em sua homenagem temos a Consciência Negra,
Movimento forte oriundo de terra de savana,
Abraçando nossa terra, nossa nação brasileira.



Texto: Roberto Mello
Imagem:Imonedesign