Palavras ao Vento Literatura

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Um suspiro.

Um suspiro..., fruto de uma inspiração,
Motivado pelo teu olhar sublime,
Expressando carinho que não reprime,
Ao som de sua voz com emoção.

Este olhar..., desencadeia descontrole,
Procuro uma diretriz sem me perder,
Porque teu olhar penetra em minha alma,
Do meu pensamento não quero lhe perder.

Meu Eu clama, reclama pela tua presença,
Incoerência ao teu olhar, eu fico a interrogar,
Questionando a esta alma tão intensa,
Com certa brevidade e desejoso em lhe tocar.

Este suspiro desejou, aspirou e naufragou,
Pela incoerência, aquela luz se apagou,
Ao questionamento, sem inspiração, sufocou,
Pela esperança, não há mais como..., acabou!


Autor: Roberto Mello
Imagem: StockSnap